quarta-feira, 25 de maio de 2011

Para quem tinha dúvidas...

O departamento que gere as bases de dados da FIFA esclareceu à agência Lusa que a Taça Latina de futebol, que o benfica conquistou em 1950, "não merece o reconhecimento oficial" do organismo.

O mesmo departamento explicou à Lusa que as leis do jogo em vigor na altura "não eram aplicadas nessa competição", pelo que a FIFA "nunca se referiu aos vencedores da Taça Latina em quaisquer das suas publicações".

Desta forma, a Taça Latina não deve figurar na lista de troféus internacionais oficiais conquistados pelo Benfica, pelo que o FC Porto passou mesmo a ser o clube português com mais títulos desde o último domingo, quando conquistou a 16.ª Taça de Portugal da sua história, somando um total de 69, contra 68 do benfica...

Mas também era uma questão de esperarem mais um bocadinho... até Agosto...

E assim se desfaz o mito sobre o MAIOR DE PORTUGAL!

12 comentários:

  1. Contra factos não ha argumentos.

    Um abraço

    http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde,

    O organismo máximo do Futebol Mundial, põe assim termo a uma questão levantada pelo Benfica, que para nós portistas era irrelevante, uma vez que em finais de Setembro, se Deus quiser, teremos 70 ou 71 títulos.

    Só mesmo a imprensa centralista e tendenciosa corroborou da "contabilidade" do Benfica, no que toca ao número de troféus.

    Rui Gomes da Silva teve mesmo a desfaçatez de no Dia Seguinte alegar que o FC Porto venceu uma Taça Toyota em 1987, e que tal não contava na "contabilidade", demonstrando uma ignorância tremenda acerca ha história da Taça Intercontinental.

    O Benfica, e alguns dos seus "paineleiros" a defender a questão, mais pareciam os miúdos da escola a debater quem tem o carrinho maior !!! Enfim... ridículo!

    Somos maiores que tudo isto, Somos Porto.

    Abraço e boa semana

    Paulo

    http://pronunciadodragao.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. @ Pedro

    exactamente o que eu penso: «era uma questão de esperarem mais um bocadinho».

    assim como estou convencido de que não hei-de morrer sem ver o nosso FC Porto como o clube com maior nr de títulos nacionais conquistados - o último argumento lampiónico que (ainda) resta.

    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs! ;)

    Miguel | Tomo I

    ResponderEliminar
  4. eu cá por mim acho que o Benfica até devia lá pôr as taças do Guadiana e do Eusébio.....a grandeza de um clube vê-se no seu palmarés, nós apesar de termos já ganho torneios do prestígio do Teresa Herrera, esse consta no seu devido lugar...os lamps, consideram a taça latina como um título internacional na atitude desesperada de (ainda) ter mais títulos que o FCP.é uma questão de fasquias....uns põe-na alta, outros...não!

    Egas

    ResponderEliminar
  5. Comentário tardio, é verdade, mas mais vale tarde que nunca, portanto cá fica:

    Foi o culminar de uma excelente época, quatro títulos não se conquistam todos os anos, e ainda para mais quando um desses quatro títulos é... uma prova europeia.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. off-topic:

    caríssimos,

    faz hoje 24 anos que se escreveu, a ouro, uma página brilhante da nossa história.

    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs! ;)

    Miguel | Tomo I

    ResponderEliminar
  7. O certo é que a Fifa Também não considera as taças intercontinentais oficiais como se pode ver por aqui. http://www.fifa.com/aboutfifa/federation/releases/newsid=660747.html

    ResponderEliminar
  8. FIFA reconhece Taça Intercontinental que existe desde 1960, que era organizada pela UEFA e CONENMBOL e o arbitro era nomeado pela FIFA. A partir de 2005 a UEFA passou a organizar o taça com a inclusão dos outros continentes mais fracos! Apesar disso só houve campeões do Mundo de clubes da Europa e da America do Sul.

    ResponderEliminar
  9. Sim, em supertaças ninguém vos bate....

    ResponderEliminar
  10. O que dizer em taças europeias... não é?

    ResponderEliminar